Decoração Diário de Reforma Faça Você Mesmo - D.I.Y

Faça Você Mesmo: Parede de Tijolinhos

19 de junho de 2017
tijolinhos

Oie gente! Faz tempo que não atualizamos o blog, mas a vida anda corrida demais. Enfim, resolvemos criar vergonha na cara e contar um pouco mais sobre a nossa parede de tijolinhos pra vocês. Já fizemos um post bem legal sobre ela no insta, mas como vocês pedem sempre aqui no blog, acho que tava na hora, né?

Por falar em insta, vocês já viram no nosso insta que temos um novo bebê? Pois é, a dona Nanquim chegou com tudo lá em casa, arrebatando corações e comendo folhagens, acabando com o pouco tempo livre que ainda tínhamos. Mas, como cachorro nunca é demais, a gente tá feliz demais da conta e é isso que importa. Só com muito amor pra acordar às 7 da manhã sábado e domingo porquê a pequena precisa visitar o toilette a grama.

Mas, vamos falar de coisa boa dos tijolinhos?

Então. Quando compramos a casa e começamos a planejar o interior, como podemos lembrar com esse post aqui, uma das coisas que a gente tinha certeza que queríamos, era uma parede de tijolinhos.

No projeto, optamos por deixar a maior parede da sala, com a porta janela, toda de tijolinhos. Esse foi o primeiro passo, definir qual seria a parede escolhida. Outra coisa que a gente sabia, é que queria tijolo de verdade, ao invés de papel de parede. E que queríamos um acabamento mais desgastado ou envelhecido, algo que tirasse aquele laranjão original dos tijolinhos de barro.

tijolinhos

Depois de definida qual parede seria, com a planta em mãos, fomos atrás de encontrar o modelo de tijolinhos que a gente queria. Como meu irmão estava construindo na época, uma representante de uma cerâmica aqui da nossa cidade (Cerâmica Ritter) veio visitar ele e deixou amostras de umas plaquetas de tijolo, como se fosse só a parte da frente do tijolinho mesmo, exatamente o que a gente precisava.

Com a planta em mãos, fomos calcular o que a gente precisava de tijolinhos, e deu aproximadamente 1030 tijolos. A medida deles é  24 X 2,2 X 5,3 cm. Na época, pagamos em torno de R$ 0,75 a unidade.

tijolinhos

tijolinhos

Bom, pra colocar não teve muito mistério não. Euzinha mesmo (Lariz) assentei todos eles, enquanto o Dudi rejuntava os entremeios. Para assentar os tijolos utilizamos uma argamassa pronta de bisnaga, chamada DumDum. Compramos essa argamassa na Leroy Merlin, sei que o fabricante é aqui de Campo Bom, mas acredito que venda em todo o Brasil, se não tiver essa marca, deve ter semelhantes.

tijolinhos

Passamos a argamassa no sentido de maior tamanho do tijolinho, para garantir uma boa fixação. Depois precisamos arrancar alguns e descobrimos que ficou REALMENTE muito fixo, não sai nem martelando. Enfim, depois de passar a argamassa, basta fixar na parede no local desejado. Assentamos eles dando pequenas batidinhas com o cabo de um martelo. Aqueles martelos de borracha devem funcionar melhor, mas não tínhamos um. Como queríamos a parede bem rústica, com um acabamento mais irregular, não nos preocupamos muito com simetria dos tijolos, ou quantidade de massa aplicada. P.S.: não sinto saudade do estado das minhas unhas na fase da reforma.

tijolinhos

Como a gente queria um espaçamento entre eles e não encontramos nenhum espaçador tão largo, utilizamos coisas que tínhamos na obra. Caquinhos de piso ou azulejos e até mesmo pregador de roupa desmontados serviram para segurar os tijolos no lugar, enquanto a massa secava.

tijolinhos

Outra coisa que fizemos, foi medir aproximadamente quantos tijolos iriam em cada fileira. Isso para fazer os acabamentos laterais e simular uma “continuação”. Nas bordas, sobrou aproximadamente 1/3 do tijolinho, que utilizávamos no início da fileira seguinte, para eles ficarem intercalados.

tijolinhos

tijolinhos

Como nunca tivemos a pretensão que a parede ficasse absolutamente perfeita, não nos preocupamos muito se eles ficariam tortos, ou com a sujeira de massa entre eles. Aliás, essas coisas ajudaram a parede a ficar mais legal no fim.

tijolinhos

Depois que eu assentei um bom pouco, o Dudi começou a fazer o rejunte entre eles. Como a massa que utilizamos para assentar eles tem um preço bem salgadinho (cerca de R$ 20 a bisnaga), optamos por comprar argamassa tradicional (cerca de R$ 10 o pacote de 10 kg) e misturar com água. Deixamos ela um pouco mais molinha que a receita e colocamos dentro da bisnaga vazia para aplicar. O Dudi ia “injetando” a massa no meio dos tijolinhos e dando uma leve alisada e ajeitada com uma espátula de metal. Como vocês podem ver nas fotos, até pegarmos o jeito, deu bastante sujeira nos tijolinhos.

tijolinhos

Se você for fazer na sua casa e quiser preservar a beleza original dos tijolinhos, pode fazer com a junta seca, ou seja, um exatamente em cima do outro, sem nenhum espaçamento para rejunte. Vai precisar um pouco mais de tijolos, mas é uma forma de economizar massa e o trabalho do rejunte.

Depois de muitos, MUITOS, muitos finais de semana, noites, feriados, etc, terminamos de assentar e rejuntar todos os tijolos. Esse dia foi massa (literalmente).

tijolinhos

Como vocês podem ver, estava tudo bem lambuzado de massa cinza. Aí fomos atrás de formas de envelhecer essa paredinha. Tínhamos visto algumas técnicas utilizando pintura com cal, etc. Mas a gente acreditava muito na nossa melhor amiga da época, a massa corrida.

Compramos um baldão daqueles gigantes e o Dudi, em um dia de férias, começou a aplicar “de qualquer jeito” com uma espátula de metal. Ele colocava um pouco na espátula e aplicava nos tijolos, raspando um pouco, deixando meio falhado em alguns lugares e deixando um pouco mais alto em outros lugares. Toda aquela massa cinza que tinha vazado pra fora dos tijolos misturou um pouco na massa corrida, deixando um aspecto mais sujinho em alguns lugares, exatamente como a gente queria. Nesse dia eu tava trabalhando e só recebi foto da parede pronta, e como se fosse possível amei ainda mais aquele homem ♥ A gente tava realmente com medo que não fosse ficar legal o efeito, então vocês podem imaginar a minha alegria quando eu saí de casa e deixei essa parede toda laranja e horas depois recebi essa foto:

tijolinhos

E ele ainda perguntou: “Gostou?”. Imagina se eu gostei? Eu AMEI, eu casaria de novo com ele só por conta dessa parede aí minha gente. Ah, aquele cano ali, antes que perguntem, é por onde passamos os cabos da TV para não precisar de painel. Até porquê, depois desse trabalho todo, a gente que não seria louco de tapar tudo com um painel né?

tijolinhos

Enfim, espero que esse post ajude e encoraje vocês que tanto sonham com uma parede de tijolinhos a fazerem algo nas suas casas. Já recebi no mínimo umas 5 dms de seguidores do insta que meteram a mão na massa e fizeram suas próprias paredes, e, adivinhem? Ficou uma mais linda que a outra, todas incríveis. Acreditem em vocês, tentem fazer as coisas, no meio do processo pode dar alguma coisa errada, você vai se arrepender e querer me matar. Depois você vai dar um jeito de resolver e no fim vai se admirar com quanto talento tinha escondido aí dentro e você nem fazia ideia. Se tiverem dúvidas, teremos prazer em responde-las, basta deixar nos comentários ♥

You Might Also Like

3 Comments

  • Reply Schaiane Jesus 20 de junho de 2017 at 11:28

    Amei o post, ficou linda a parede desse jeito 🙂

  • Reply Vanessa Eckert 18 de julho de 2017 at 17:20

    Queridos! amo suas postagens, gostaria de poder enviar um mimo, qual sua cx postal? bjss

  • Reply verefazer 22 de julho de 2017 at 03:22

    Adorei a postagem e esta muito lindo seu blog tem ótimas dicas. beijinhos!

  • Deixe uma resposta