Casamento Faça Você Mesmo - D.I.Y

Vale a pena fazer um casamento DIY?

20 de maio de 2015
casamento-diy

Desde que eu embarquei nessa história de noiva, casamento, DIY, muita gente me pergunta, “mas Lariz, vale a pena fazer um casamento DIY?”, e eu sempre respondo que depende do que tu esperas do teu casamento e do que tu gostas de fazer, vale a pena sim. Antes de tudo e deixando bem claro, eu tenho uma cerimonialista maravilhosa, um anjo encarnado na Terra que me ajuda em tudo e me deixa absolutamente livre para decidir o espírito da festa e para colocar a mão na massa. Deixo claro também, que nosso casamento não vai ser INTEIRAMENTE DIY, apenas alguns itens. Acho muito importante ter cerimonialista para dar o direcionamento certo, um casamento perfeito é composto de muitos detalhes e é bem fácil se perder no meio deles. Lembro que antes de contratar ela, que no nosso caso foi amor a primeira conversa, eu tive uma breve conversa com outra cerimonialista que me desencorajou bastante a colocar a mão na massa, disse que hoje em dia valia mais a pena alugar do que criar e que ela não achava necessário fazer decorações para o casamento. Eu concordo que não seja necessário, mas ela não teve sensibilidade para entender que era algo que eu gostava de fazer, que eu acreditava em fazer coisas com a nossa cara e não simplesmente alugar um vaso simples que já tinha estado em todos os casamentos da cidade. Foi nessa conversa que eu soube que eu ainda não sabia qual cerimonialista eu queria, mas sabia exatamente o tipo das que eu não queria ao meu lado no meu grande dia.

dudi-e-lariz-casamento-diy_003

Tentei resumir em tópicos para não ficar muito extenso o que eu penso sobre esse assunto, mas eu falo muito e provavelmente vai ficar super extenso, sorry.

AMOR X DIY

Gente, não preciso nem dizer, casamento sem amor não dá né? Se você detesta trabalhos manuais, não leva o menor jeito com uma pistola de cola quente, ou simplesmente tem pavor de usar uma tesoura: fique longe da decoração do seu casamento. Cada pessoa tem seus próprios talentos, ninguém é obrigada a saber fazer itens decorativos. E ninguém vira artesã da noite para o dia! Esse processo de DIY de casamento vai ser trabalhoso, vai ocupar vários finais de semana seus e provavelmente do seu noivo e da sua família inteira, se eles forem parceiros. Se você não curte, não faça, é simples assim. Quando eu fiz a caixinha convite dos nossos padrinhos e madrinhas, eu deixei as caixinhas secando ao ar livre na praia e a umidade destruiu totalmente elas. Eu precisei comprar e pintar novamente 16 caixinhas de mdf. Porque eu fiz isso? Porque eu gosto, gente! Eu poderia ter encomendado isso em algum site? Óbvio que poderia, mas eu realmente queria fazer as coisas por mim mesma, então com muita paciência e amor, eu pintei e lixei e pintei e lixei e pintei novamente 16 caixinhas de mdf. Foram 2 semanas de trabalho durante o meu horário de almoço, além de um final de semana inteiro, meu e do Dudi, dedicado a isso. Tem que ter amor, senão tiver, não vai. Uma dica bem válida que a minha cerimonialista amada me ensinou: DELEGAR. Delegar é divino! No nosso caso colocamos todas as madrinhas para coletar vidros de conserva e garrafas para a nossa decoração e em algum sábado disponível, quando tivermos todos os materiais, vamos juntar todas elas para uma tarde de artesanato. Isso aproxima as pessoas e certamente elas vão amar ver um pedacinho delas enfeitando alguma parte da festa ♥

dudi-e-lariz-casamento-diy_001

EXPECTATIVA X REALIDADE

Meça suas expectativa, parça. Esse post, como vocês podem ver, é todo ilustrado com fotos do Pinterest. Sim, eles são uma ótima fonte de pesquisa de referências e imagens, mas lembre-se na hora de fazer os seus DIY, na maioria das vezes eles não vão ficar nem perto dos mostrados no Pinterest. Muita gente fotografa casamentos perfeitos e caríssimos lá fora e colocam a tag DIY, mas na verdade tudo foi montado e produzido por equipes fodásticas de decoração. Sem contar que os Estados Unidos tem uma quantia obscena de materiais artesanais super baratos e com facilidade de encontrar, diferente aqui do Brasil, que mal e mal tem uma 25 de março para comprar esses itens. Por isso eu sempre recomendo, baixe um pouco suas expectativas. Você não vai virar o mestre dos magos do artesanato do dia para a noite. Seja gentil e paciente consigo mesma, nem sempre as coisas vão ficar perfeitas. Esse também é um dos charmes do feito a mão, cada item vai ser único,  às vezes um defeitinho aqui e ali, que você fica horas arrancando os cabelos para consertar, vai passar totalmente despercebido pelos seus convidados.

dudi-e-lariz-casamento-diy_002

ECONOMIA X DIY

Tem gente que acha que vai economizar rios de dinheiro fazendo as coisas para o casamento. Gente, não se iludam, não existe almoço grátis. Hoje em dia, com a facilidade de adquirir coisas de sites chineses como o Aliexpress, muitas coisas que você vai se preocupar em fazer aqui, você encontra pronto por um valor irrisório lá. Por isso eu digo, tem que ter amor pra fazer as coisas, porque pela economia dificilmente vale a pena. Se você for colocar na ponta do lápis todos os materiais de qualidade que você vai investir, as idas ao centro para comprar cada item, e o seu tempo, dificilmente vai ficar tão mais barato assim do que itens prontos. Se você estiver pensando em fazer as coisas simplesmente para economizar, calcule tudo com cuidado e repense, porque dificilmente vai ficar tão mais barato a ponto de valer a pena. A grande sacada do DIY, pelo menos pra mim, é garantir que as coisas sejam como eu quero e não me contentar com o que tem disponível para vender no mercado (sim, sou chata e controladora nesse nível, mas é o meu jeitinho).

dudi-e-lariz-casamento-diy_004

TEMPO X DIY

Planejar um casamento normal com fornecedores contratados e etc, já não é fácil. Planejar um casamento no qual você fique responsável por alguns itens, é menos fácil ainda. Tenha em mente que tudo o que você quiser fazer vai precisar de tempo. Você tem esse tempo? Alguns DIY são mais simples e podem ser executados em até um dia, mas a maioria deles requer um tempo maior de planejamento e execução. Se o seu tempo é escasso, priorize as coisas mais importantes. Os meses pré-casamento de uma noiva já são cheios de tarefas, é prova disso, prova daquilo, antes de se envolver com essa parte DIY, tenha em mente o tempo que você dispõe, até porque depois que você se comprometer com isso, vai precisar fazer. Eu e o Dudi já trocamos alguns cineminhas de final de semana por tesouras, colas quente e muita tinta. Se você vai fazer isso com amor, não será um sacrifício, mas do contrário vai pesar na relação e vocês podem até ter alguma briguinha besta por conta de algo assim.

dudi-e-lariz-casamento-diy_005

FAMÍLIA X DIY

Eu sei que sou uma pessoa extremamente abençoada pela família que possuo. O Dudi, também. Meus pais sempre foram os maiores incentivadores da festa (patrocinadores também), mas além disso eles adoram se envolver pessoalmente com algumas tarefas. Meus pais tem uma empresa de cordas, e meu pai desenvolveu pessoalmente uma série de barbantes especiais para o nosso grande dia. Teve um pro save the date, um pro convite e mais alguns para a decoração. Ele curte fazer isso, faz com amor e uma empolgação que dá gosto. A minha sogra é uma diva do artesanato e ela até já se programou para vir para o sul uns bons dias antes do casamento para me ajudar em alguma tarefa de última hora. Pra gente, família é algo extremamente importante, é a nossa base e a gente gosta muito que eles participem de tudo junto com a gente. Se você tem uma família parceirona também, não se preocupe em delegar tarefas. Faça uma gincana familiar para arrecadação de vidros e garrafas. Envolva os seus amigos e as famílias deles. Ninguém vai negar um vidro de pepino usado para uma noivinha! Faça uma tarde de trabalhos manuais com vários materiais bacanas para fazer as decorações, sirva um bolinho gostoso e um cafézinho fresco. Isso vai marcar eles de uma maneira extremamente positiva, tenho certeza que todo mundo vai adorar!

dudi-e-lariz-casamento-diy_006

Bom pessoal, espero não ter desanimado ninguém com as minhas dicas, mas tentei ser o mais honesta e realista possível ♥ Alguma noivinha aí que está fazendo algo para o seu casamento e queira nos contar? Comenta!

You Might Also Like

10 Comments

  • Reply Daiane 20 de maio de 2015 at 11:54

    Adoro ler os post´s por que como já comentei em outro, fizemos muita coisa para o nosso casamento e amamos!!! e também adoramos fazer festas temáticas para pensar na decoração. No meu casamento fizemos as forminhas dos docinhos personalizadas com as letras dos nomes, deu muito trabalhoooooo, mas todo mundo reparou nesse detalhe….

    • Reply lariz 20 de maio de 2015 at 13:58

      Daiane, a gente também ADORA uma festa temática! estamos sempre pensando em decorações diferentes e adoramos botar a mão na massa e com certeza no nosso grande dia esse nosso lado não poderia ficar de fora! as pessoas acham que os convidados não notam, mas eles sempre vão notar que as coisas que você fez tem a sua carinha e todo um cuidado e dedicação especial que os nossos convidados merecem!! beijos e continue aparecendo por aqui sempre ❤️

  • Reply Ana Gambarti 20 de maio de 2015 at 13:47

    Oi, Lariz!
    Adorei o post e super concordo com tudo!
    Me casei em Janeiro do ano passado e poder executar alguns projetos DIY sempre foi um sonho e realmente me realizou!
    Se quiser dar uma olhada no resultado do nosso trabalho – meu e da minha mãe principalmente – nosso casamento saiu no Inspire Blog, antigo Minha Filha Vai Casar.
    http://brides.inspireblog.com.br/casamento-economico-diy-ana-elisa-marcos/
    Aliás, fiquei animada de saber que vocês são de Novo Hamburgo. Nos mudamos pra Três Coroas esse ano, então somos praticamente “vizinhos”. (:
    Apesar de já ter passado por essa “fase”, continuo apaixonada pelo universo dos casamentos e vou seguir acompanhando vocês nos preparativos. Boa sorte em tudo e aproveitem porque é muito gostoso!
    Beijos!

    • Reply lariz 20 de maio de 2015 at 13:56

      Menina do céu! eu AMEI seu casamento! é exatamente o que eu espero que seja o meu!! estou salvando várias fotos de inspiração já, vocês estão de parabéns!! a delicadeza e a sensibilidade das coisas que você fez dá pra sentir de longe. parabéns mil vezes pra vocês, mandaram muito muito bem mesmo!
      ah, e três coroas deve ser uma cidade super fofa pra morar né???
      continue acompanhando nossas peripécias por aqui, a maioria das coisas só vamos poder postar depois de novembro pra não estragar a surpresa do grande dia! ❤️ beijo!!

      • Reply Gabriella M. 26 de maio de 2015 at 13:51

        Amei esse post! Irei casar ano que vem e quero muito implementar ideias DIY. Queremos que seja uma cerimônia bem íntima e agradável para todos, então terá ainda mais significado ter coisas feitas por nós.
        A-M-E-I saber que vocês são de Novo Hamburgo (moro em Montenegro – uns 50km de distância), porque normalmente só vejo ideias de São Paulo e região e fica a impressão (errada) de que não dá para fazer coisas tão legais aqui (seja por não encontrar materiais para DIY, seja por não ter locais bonitos).
        E Ana Gambarti, fui espiar o teu casório também e adorei!!!! Muito do que eu penso para o meu casamento está nas tuas fotos! E os crochês! que amor!!!
        Descobri hoje esse blog (pelo blog comprando meu apê) e adorei tudo o que vi! Já virei fã!
        Parabéns Dudi e Lariz! Continuem nos inspirando muito!

        • Reply lariz 27 de maio de 2015 at 11:38

          Ficamos mt felizes mesmo que vc gostou do blog e que ele possa te ajudar a ter ideias maravilhosas para o seu grande dia! Nós somos de Novo Hamburgo sim, e dá pra encontrar muita coisa mesmo em cidade pequena, só precisamos treinar mais o olhar para conseguir enxergar 🙂 Os vidrinhos de aromatizadores de ambiente que usamos no convite do nosso padrinho, eles são MARAVILHOSO e encontramos em um atacadão de 1,99 na praia que vamos, que é Arroio do Sal! É uma praia menor que não tem NADA de badalação e frescura mas tem um atacado de 1,99 maravilhoso que sempre queremos comprar tudo hahahaha!
          O importante é pesquisar bastante e tentar dar uma segunda chance a alguns objetos que as vezes não parecem tão maravilhosos a primeira vista!!
          Bjs querida e volte sempre aqui, prometemos muitas ideias ainda no quesito casamento. Aliás, qdo é o seu dia? O nosso é em Novembro!

  • Reply Ana Gambarti 20 de maio de 2015 at 14:09

    Aaah, que bom que gostou! Fizemos tudo com muito amor e isso transparece nas fotos.
    E já consigo prever que isso também vai acontecer no casamento de vocês. Agora só preciso esperar Novembro chegar pra poder ver! 😉
    Sim, é uma cidade bem acolhedora! Mas admito que, sendo de Bauru-SP, às vezes sinto falta de um agito de cidade grande. E nesses dias, corremos pra dar uma volta no shopping em Novo Hamburgo, hahaha.
    Beijos!

    • Reply lariz 20 de maio de 2015 at 14:29

      exatamente isso, o amor que vcs colocaram em cada detalhe transparece nas fotos do casamento e é exatamente isso que eu espero que aconteça no meu, vou rezar que dê tudo certo ❤️

  • Reply Renata Castelo Branco 20 de maio de 2015 at 16:35

    Muito bem colocado Lariz, DIY não é pra todo mundo mesmo.
    Eu considerava muito esta opção no começo e no fim das contas coloquei na balança e percebi que não ia dar conta.
    Sem DIY já é bastaaaante trabalho, tem que pensar muito bem e ver se dá pra encarar sem ilusão de que isso seja baratear o casório!
    O que dá pra fazer, sem muito drama é escolher algumas coisas que você acha mais especiais e nessas sim colocar a mão na massa.
    beijinhos da “garssa”

    • Reply lariz 20 de maio de 2015 at 16:55

      falou tudo garSSa ❤️ é exatamente o que eu pretendo fazer, escolhi alguns itens dos quais eu acredito que dou conta e consigo fazer, e que realmente valham a pena financeiramente e nesses sim vou investir meu tempo e meu amor! beijo!

    Deixe uma resposta